• Instituto LixoeCidadania

Prêmio Cidade Pró-Catador Paraná é lançado durante o Fórum Lixo e Cidadania!


Foi lançado oficialmente o Prêmio MPT Cidade Pró-Catador Paraná durante o Fórum Lixo e Cidadania que aconteceu no dia 05 de abril, em Curitiba.


O prêmio é uma iniciativa do Fórum do Ministério Público do Trabalho no Paraná que selecionará e premiará as cidades campeãs em Coleta Seletiva Solidária no estado.

Serão premiadas as melhores práticas municipais que contribuam para a inclusão socioprodutiva de catadoras e catadores de materiais recicláveis, em especial na implantação de coleta seletiva e reciclagem de resíduos.

As inscrições já estão abertas e qualquer município do Paraná pode participar, basta comprovar a contratação de associações ou cooperativas de catadoras/es (artigo 24, inciso XVII, da Lei 8.666/93). Caso não haja essa contratação, o município pode mesmo assim fazer a inscrição e usar o prazo de envio de materiais para realizar a contratação. As inscrições devem ser feitas exclusivamente por representante da Prefeitura e através do site oficial.


No lançamento do prêmio, contamos com a participação de representantes de diversas entidades e de prefeituras de muitos municípios do Paraná, como Piraquara, Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Araucária, Campo Grande, Colombo, Assis Chateaubriand, Tibagi, Fênix, Piên, São José dos Pinhais, Tijucas do Sul, Guaratuba, Antonina, Castro, Paranaguá, Ilha dos Valadares (Paranaguá), Matinhos, Ponta Grossa, Jandaia do Sul, Maringá, Pinhais, Campina Grande do Sul, Almirante Tamandaré, Doutor Ulysses, Curitiba e até mesmo do interior de São Paulo e Santa Catarina, e muito mais!

Algumas das entidades e instituições que estiveram presentes: IBAMA, Ministério da Fazenda, Ministério da Saúde, Copel, IAPAR - Instituto Agronômico do Paraná, APREAA, Adapar, Emater, Aeroporto Internacional Afonso Pena, UFPR, UTFPR - Universidade Tecnológica Federal do Paraná e outras.


Por um Paraná com cada vez mais reciclagem, inclusão e desenvolvimento!


0 visualização
© 2019 por Instituto Lixo e Cidadania. Todos os direitos reservados